Vantagens e desvantagens de tomar vinhos por taça em bares (by the glass)

Como adepta do “wine by the glass” achei que era minha obrigação escrever um post sobre os dois lados desse hábito. Pra quem não sabe,  wine by the glass significa a possibilidade de se comprar vinhos por taça; bares e restaurantes que mantém em seu serviço, um menu de opções por taça.

Fora do Brasil essa prática é bem comum. Aqui no Rio, aos poucos essa tendência vai caindo no gosto dos cariocas. Sorte a minha.

winehouse
Exemplo de menu por taça (WineHouse, no Rio)

(Fiz um post sobre 4 bares de vinhos por taça em Santiago, confira!)

A questão é que esse hábito bacaninha, assim como tudo na vida, possui seus prós e contras. E é sobre esses dois lados que quero falar com vocês. Obviamente, meus comentários são de uma simples Bebelier, sintam-se à vontade para comentar e para trocarmos ideias.

Começando pelo lado legal, vamos às vantagens que percebo:

  1. A melhor de todas é que se você quiser, você pode beber uma única taça de vinho. Simples assim. Afinal, os médicos recomendam uma tacinha de vinho por dia!
  2. Você pode se arriscar em rótulos novos, de regiões ou até mesmo castas não usuais à sua rotina, ANTES de comprar uma garrafa. Inclusive, os bares que vendem vinho por taça geralmente possuem a garrafa para venda também. Não é mais legal pedir já conhecendo?
  3. Vale mais a pena gastar com uma taça e uma garrafa certeira, do que com uma garrafa no escuro e se arrepender!
  4. Você pode provar vários vinhos em uma noite.
  5. Você pode, com amigos, provar MUITO MAIS VINHOS em uma noite.
  6. Você pode tomar uma taça daquele vinho caríssimo, que ainda não cabe em seu orçamento, mas sua boca enche de água só de imaginar.
  7. Dependendo do bar, são servidos rótulos mais “alternativos”; que não chegam com facilidade para compra.
  8. Vinhos por taça facilitam a harmonização com um menu mais diverso.
  9. Você pode, mais facilmente, pedir vinhos diferentes para comparar e fazer suas análises.

E agora as desvantagens:

  1. O vinho pode ter sido aberto há muito tempo, o que reduz significativamente os seus atributos (para contornar essa desvantagem, alguns bares são mais rigorosos no controle do tempo que deixam o vinho aberto e/ou fazem uso de Enomatics).
  2. Se você estiver em um momento contemplativo, pode achar que uma taça acabou rápido demais.
  3. Você não vai perceber inteiramente a evolução do vinho, que, muitas vezes ao abrir a garrafa está de um modo e, 3 taças depois, pode estar bastante diferente.
  4. Você pode achar que está fazendo uma excelente economia e acabar gastando mais ou bebendo menos do que gostaria.
  5. Você pode gostar muito do vinho, fazer as contas e depois perceber que não foi um bom negócio ter pedido a taça. Em alguns bares, a taça pode custar quase o valor de um terço da garrafa.
  6. No menu por taça, pode não ter nenhum vinho do seu interesse.

 

IMG_20180113_202821996
Bocanariz em Santiago

Concordam?

No geral, se você curte o aprendizado e está em busca de novas experiências com menor risco, os vinhos por taça são uma solução bem prática.

Se você já possui uma “litragem” considerável ou simplesmente quer ter o prazer de degustar com calma e contemplação aquele seu vinho favorito, escolha sua garrafa sem nem pestanejar!

Uma opção não exclui a outra! Os vinhos por taça podem servir até mesmo como uma “preparação” para outra ocasião em que você peça uma garrafa!

No final das contas, você vai perceber que desvantagem mesmo é não beber vinho.

painetvin
Pain Et Vin em Buenos Aires

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s