GLACIER GREY 2014 Carménère: vinho DiVino que vale o post

Levanta a mão aquele que nunca virou o nariz para um Carménère, antes de ter aberto a garrafa?

Vamos começar admitindo: os vinhos Carménères são bem conhecidos pela facilidade que possuem de serem bebidos. E, pelo simples fato de serem tão tradicionais no Chile, eles são, muitas vezes, subestimados.

Não é raro encontrar amigos que deixaram de provar Carménères, porque, sei lá, simplesmente pararam…

¯ \ _ (ツ) _ / ¯

E como falei de uma degustação, somente de Carménères da Ventisquero, que organizei com meus amigos, resolvi falar do vinho GLACIER GREY, que, apesar de não fazer parte da linha de vinhos “top” da vinícola, merece todo destaque e mérito, pois trata-se de um grande vinho.

01

Amigos,

esse Carménère é uma surpresa!

Essa elegância estampada no rótulo é sentida dentro da taça.

Inspirado na glacial Patagônia chilena, o GLACIER GREY 2014 Carménère teve sua colheita no período ainda frio de 30 de abril a 15 de maio, quando seus taninos alcançaram, segundo o enólogo Felipe Tosso, o ponto exato de desenvolvimento e maturação.

🍷🍷🍷

– Minhas notas sobre o Ventisquero Glacier Grey 2014 – 

Seus aromas são como os ventos frios inóspitos da região, com os quais precisamos nos acostumar aos poucos. É um vinho que precisa respirar para que o vulcão de frutas negras apareça.

Esse vinho estagiou por 18 meses em barricas de carvalho francesas e depois permaneceu em garrafa por mais 8 meses, ou seja: tem muito aroma para sair desta botella maravilhosa.

E são muitas frutas: amoras vermelhas, pretas, ameixas, cerejas…uma explosão!

grey.gif

O Glacier Grey contém a vida granítica e um frescor mineral resultante de um solo não comum às Carménères, que geralmente preferem os solos argilosos. Aí você sente um pouco de terra, de frescor, mas sem aquele mentolado exagerado. E isso é maravilhoso!

Isso faz do Glacier Grey um mistério. E você continua a tentar decifrá-lo em uma nova taça. Continua a sua caminhada pela Patagônia glacial chilena. Pequena, indecifrável.

É quando os vegetais aparecem. São pimentas suaves e especiarias finas, daquelas que guardamos com cuidado, à espera de um prato especial.

Seu paladar é intenso, duradouro, com taninos tão trabalhados, que ficamos buscando as explicações com a boca preenchida. Mas a verdade é que não há assunto algum que caiba na mesma mesa que este senhor vinho.  É a tal elegância a qual me refiro no início do post. Ela rouba a cena e só temos olhos para ele.

Elegante e discreto, o Glacier Grey chega para te despertar o desejo de novos Carménères, de trilhar novos caminhos, de novas aventuras.

➡Não decantei e não havia resíduos, embora o rótulo recomende. Esse é um vinho que possui um potencial de guarda para 10 anos.

VINHO

Onde encontrar:

 

Eu comprei o meu em uma promoção no site da SuperAdega , mas já vi em outros sites também. Valeu bastante a pena porque consegui comprar a linha toda e fazer a degustação.

Preço médio R$ 130,00.

Nunca o vi dando pinta em mercados, talvez já o tenha visto pela rede Green Fruit na região Serrana do Rio, acho que sim!

E você, já provou? Não quer me dizer o que achou? Vou adorar trocar figurinha!

Bjs e tim-tim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s