Zuccardi Aluvional Paraje Altamira 2014: vinho DiVino e que vale o post

O “vinho do ovo”, como é conhecido o Aluvional, me surpreendeu muito!

Amadurecimento em Concreto

Ainda que o amadurecimento de vinhos em concreto seja uma prática bem antiga,  foi no início dos anos 2000 que a técnica começou a ser aprimorada e os “ovos” começaram a ser desenhados  à pedido do Enólogo Michel Chapoutier.  A encomenda foi feita a Marc Nomblot – fabricante francês, cuja empresa produz recipientes de concreto para vinhos desde 1922.

A matéria-prima dos tanques em formato de ovos é composta de areia lavada, cascalhos, água mineral não clorada e cimento. Só.

Não há presença de ferro, material metálico ou qualquer aditivo químico no revestimento.

O porquê do formato oval

O formato de ovo remete às antigas ânforas, vasos gregos que eram utilizados no transporte de vinhos, azeites, frutos, mel etc.

Esse design não existe ao acaso. Suas medidas são proporcionais ao que os gregos apontaram como sendo a “razão ideal” – uma proporção presente na natureza e na forma humana, capaz de gerar uma sensação de beleza, harmonia e prazer.

A “razão ideal” está presente em grandiosos projetos arquitetônicos e nas obras de artistas como Leonardo Da Vinci. Acredita-se, portanto, que essa forma seja capaz de proporcionar uma fermentação mais regular ao vinho.

Várias vinícolas empregam a técnica dos “ovos”. Aqui no Brasil, o método é utilizado pela vinícola Guaspari, localizada interior de São Paulo, em Espírito Santo do Pinhal.

royalathena_galleries_exekias_attic_blackfigure_amphora_12339401569248
Ânfora grega
ovosZuccardi
Os “ovos” da Zuccardi

 

🍷 E vamos ao Zuccardi Aluvional Paraje Altamira!

Uva: Malbec – mas não espere um Malbec tradicional!!!

A intenção do Enólogo Sebastián Zuccardi, foi criar um vinho de tonalidade intensa e com uma identidade fortemente ligada à composição do solo local, onde predominam rochas com presença significativa de carbonato de cálcio.

 

 

aluvional

Segundo a vinícola, o Aluvional apresenta aromas de frutas vermelhas frescas, notas de ervas e florais, mineral com notas de pedra molhada e grafite. O paladar é sedoso, com uma acidez viva e grande estrutura proporcionada pelos taninos. É um vinho complexo e longo no acabamento.

Com exceção dos florais, eu achei bem isso mesmo! Estou amando essa iniciativa de alguns vitivinicultores argentinos reinventarem a Malbec! O Aluvional é um exemplo dessa ousadia. Portanto, não espere um Malbecão básico, mas sim um Malbec com muitos sabores a serem descobertos.

Minha avaliação no Vivino ficou assim:

As notas de pedra e minerais, pra mim, foram uma explosão! É um vinho complexo, elegante nos taninos, rico na maciez e com um paladar que perdura de forma extremamente agradável.

aluvional vivino

E você, já experimentou esse vinho DiVino? O que achou?

Bjs

Fonte da imagem ânfora: http://mut-arte.blogspot.com.br
Fonte da imagem Zuccardi: http://www.zuccardiwines.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s